3 sintomas que indicam que tem de mudar de software de facturação

Existem 3 sintomas que indicam que tem de mudar de software de faturação:

1º sintoma - Pagar anualmente ou pontualmente atualizações

O maior problema deste sintoma não está nos custos sob o nosso ponto de vista, está nos erros que uma pessoa pode cometer durante o periodo em que o software está desatualizado. que pode provocar coimas por incumprimento da lei.

2º sintoma - Ter de submeter o saft manualmente no portal das finanças mensalmente

Já não faz sentido ter de fazer este processo manualmente. Normalmente o que acontece com a maior parte das empresas que ainda usam este processo é enviaram mensalmente o saft para o contabilista e o contabilista submete o saft. É uma tarefa desnecessária, uma vez que um software de faturação moderno faz essa comunicação automática e se o programar para fazer de forma imediata, segundo a lei, até dispensa da entrega da fatura em papel ao cliente.

Um outro problema que detetamos é que apesar da AT alterar todos os anos a datas limites para a submissão do saft, a data limite a partir de outubro de 2019 passou a ser o dia 12 do mês seguinte ao da emissão dos documentos. Apesar de estarem previstas na lei coimas para quem o faz fora de prazo, entre os 450€ e os 22 500€. ainda existem muitas empresas que o fazem  porque segundo temos conhecimento as coimas não estão a ser aplicadas.

3º sintoma - Ter um servidor/computador ligado dia e noite na empresa só para ter o programa de faturação

Regularamente somos chamados a muitas empresas para efetuar a migração do seu software de faturação para o moloni e detetamos que a empresa tem um servidor/computador que está ligado dia e noite apenas com o objectivo de permitir que se possa fazer a facturação a partir de vários terminais da empresa, muitas vezes nem sequer permite que se faça a partir de outra localização fora da empresa. 

Segundos os nossos cálculos, só em energia são gastos anualmente em média 250€, fora as respectivas manutenções dos equipamentos bem como o custo das substituição dos mesmos, excepto algumas situações muito específicas relacionadas com a especificidade do negócio, para mais de 95% das empresas isso já não faz sentido. Um software de faturação online já é mais rápido a funcionar que um instalado localmente numa máquina na empresa e em questões de segurança é mais de 99% seguro uma vez que trabalham sobre tecnologia de redundância de dados.

 

Ler 3594 vezes
Avalie este item
(0 votos)
SCO

Calendário

Este site utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies.